fbpx

NEUROH22 – Neurofisiologia

Eletroencefalograma (EEG)

O que é:

O Eletroencefalograma (EEG) é um exame que permite o estudo da atividade elétrica cerebral, realizado através de eletrodos aplicados sobre o couro cabeludo de forma não invasiva. O sinal captado por estes eletrodos é transmitido através de um fio que se liga no aparelho chamado Eletroencefalógrafo. A maior parte dos aparelhos de hoje em dia mostra o registro dos sinais numa tela de computador, de onde o médico analisa e dá o resultado.

O exame de Mapeamento Cerebral é um complemento do EEG convencional. O EEG com Mapeamento é feito como padrão no nosso serviço para todos os pacientes. No Mapeamento Cerebral é feita uma análise computadorizada dos sinais cerebrais gravados, transformando-os em dados numéricos que são dispostos em tabelas e gráficos. Com o Mapeamento Cerebral é possível definir com mais precisão a área do cérebro que não está em bom funcionamento, seja por um tumor, um AVC (derrame) ou epilepsia. Com este exame, também é possível acompanhar evolutivamente alguns casos de doenças degenerativas cerebrais.

Como é feito :

Os eletrodos são colocados em diversos pontos pré-definidos na cabeça, seguindo o sistema internacional 10-20. Antes de sua colocação, é necessário separar o cabelo com um pente e presilhas e depois medir alguns pontos com uma fita métrica. Os eletrodos são fixados na pele com uma pasta adesiva que serve para aderência do eletrodo e para facilitar a transmissão dos sinais vindos do cérebro. Esta pasta é facilmente removida com os dedos e, às vezes, com um pouco de água. O exame é indolor.

Um diferencial do nosso serviço é que todos os exames de EEG são realizados com registro simultâneo de ECG (Eletrocardiograma), permitindo avaliação conjunta de possíveis anomalias do ritmo cardíaco.

O exame pode ser feito com o paciente acordado, dormindo ou em coma. A duração do exame vai depender do tipo de EEG pedido (veja abaixo). Durante o registro, o técnico vai proceder com algumas provas que chamamos de ativação, que consiste em abertura e fechamento dos olhos, hiperventilação (respirar mais rápido que o habitual) e fotoestimulação (flashes de luz sobre os olhos).

Outros métodos de ativação podem ser usados como: privação do sono (dormir menos que o habitual), marcar exame em horários específicos, estimulação auditiva, suspensão de algumas medicações.

Para realização do exame em criança pode ser preciso o uso de algumas medicações para induzir o sono. Estas medicações são indicadas pelo médico presente no dia do exame, variando de acordo com o peso, a suspeita clínica e outras características do paciente.

Indicações:

  • Epilepsias e crises epilépticas;

  • Avaliação de atrasos de desenvolvimento em crianças;

  • Dificuldade escolar;

  • Avaliação de transtornos comportamentais ou movimentos atípicos de alguma parte do corpo;

  • Investigação de Cefaleia, Tonturas, Amnésia, Desmaios;

  • Controle de demências;

  • Avaliação e controle de quadros confusionais, coma e morte cerebral.

Tipos de EEG feitas no Hospital 22 de outubro:

  • EEG com Mapeamento Cerebral (CBHPM: 40103196) Ou EEG em Vigília e Sono Espontâneo/Induzido (CBHPM: 40103234):
    • Também conhecido como: EEG quantitativo, EEG de rotina, EEG com Fotoestimulação e Hiperventilação, EEG com sedação, EEG em sono.
    • O que é: exame de EEG padrão para adultos e crianças, podendo ser feito com sedação, com tempo de gravação de 20 minutos.
  • EEG Especial – Prolongado de 2 horas (CBHPM: 40103200):
    • O que é: exame de EEG especial feito com gravação de vídeo e duração de 120 minutos.
    • Para que serve: para casos onde é necessário correlacionar a atividade elétrica cerebral com algum movimento ou comportamento anormal.
  • EEG Especial – UTI (CBHPM: 40103200):
    • O que é: exame de EEG especial com vídeo feito em pacientes internados na UTI, podendo ser feito em qualquer hospital da região.
    • Para que serve: avaliação da atividade elétrica cerebral de pacientes internados em UTI, servindo para complementar a investigação de coma, confusões mentais, convulsões, movimentos anormais, suspeita de morte encefálica etc.
  • Poligrafia Infantil (CBHPM: 40103510):
    • Também conhecido como: Poligrafia Neonatal; Polissonografia infantil diurna.
    • O que é: exame feito em bebês menores de 3 meses com gravação de vídeo e alguns sensores para avaliar respiração e sono com duração de 3 a 4 horas.
    • Para que serve: a principal indicação é avaliação de apneias (paradas ou pausas respiratórias), mas também é indicado para avaliar o grau maturidade cerebral do bebê e controle de epilepsias.
  • Vídeo-EEG (CBHPM: 40103757):
    • Também conhecido como: Eletroencefalograma com vídeo
    • O que é: EEG especial feito com gravação de vídeo e duração de 2 a 120 horas. A duração do exame é definida pelo médico solicitante, podendo ser de 2, 4, 12, 24, 48, 72, 96 ou 120 horas.
    •  Para que serve: é um exame muito útil para avaliar crises epilépticas de difícil controle e para avaliar movimentos ou comportamentos anormais sem diagnóstico definido pelo EEG convencional.

Contraindicações:

Este exame não apresenta contraindicação, mas o EEG pode ser remarcado em casos de feridas no couro cabeludo, dermatite seborreica intensa, pediculose (piolhos) e alguns tipos de apliques.

Preparo para adultos e crianças maiores de 5 anos:

  • Manter as medicações de uso habitual;
  • Vir ao hospital bem alimentado;
  • Os cabelos precisam estar limpos e secos para realização do exame e não podem conter gel, creme, pomada ou qualquer outro produto.

Preparo crianças menores de 5 anos, autistas ou portadores de deficiência mental:

  •  A criança deve dormir no máximo 5 horas na noite anterior ao exame;
  •  Não deixar a criança dormir no trajeto;
  • Manter as medicações de uso habitual;
  • As crianças devem chegar com fome e com muito sono para realização do exame;
  • Trazer mamadeiras ou alimentos que a criança esteja acostumada e também brinquedos, travesseiro, chupeta ou objetos para facilitar a criança dormir;
  •  Um medicamento para induzir o sono poderá ser usado, após avaliação da nossa equipe;
  •  Se a criança estiver doente e/ou com a qualidade do sono prejudicada, é aconselhável que o exame seja reagendado para quando a criança estiver bem;
  • Vir preparado para passar algumas horas ou até mesmo um período inteiro no serviço, pois o início e a duração do exame podem variar em cada criança.

Tempo de espera para o laudo

3 dias úteis

Médicos Responsáveis:

Dr. Adilson Luciano Caleffi | CRM-SP: 110.228 | RQE: 211211
Dra. Karen Fernanda Alves | CRM-SP: 150.770 | RQE: 76614